Localização

Endereço:
Rua Demétrio Ribeiro 1230, esq. com Bento Gonçalves - Bairro Guarani - Novo Hamburgo, RS.
Veja o Mapa

Fones:
Neidi: 96829178
Felipe: 97408758
Gabriel: 93804048
 

Como Chegar
Para quem vem de fora de Novo Hamburgo, pegar o trem até a última estação (Santo Afonso), depois pegar ônibus até o centro, parando no Big. Pegar o ônibus Vila Nova e pedir para descer em frente ao Centro Social Urbano no Bairro Guarani




Amigos e Parceiros


Sítio Terra Cristal

Artigos

A RESPEITO DAS MEDICINAS SAGRADAS


 Por que tomamos o Daime, Ayahuasca?

Porque em nosso estágio atual de evolução espiritual, não nos conhecemos e faz-se necessário estudarmos a nós mesmos com o objetivo de podermos transformar-nos.

 

O Daime é uma medicina que nos abre para o estudo de nós mesmos. Permite-nos ver mais profundamente em nosso interior, nossa alma, no que diz respeito ao lado sombrio, oculto, de nós mesmos. Ver o, até então, inconsciente.

 

O Daime nos permite ver também o mundo exterior e os outros desde outras perspectivas muito mais claras, distanciando-nos da mente preconceituosa, da mente crítica e dos julgamentos e pensamentos superficiais.

 

O Daime nos proporciona uma maior e mais profunda capacidade de concentração podendo ensinar-nos a ver com uma visão amplificada tanto no sentido do universo que nos circunda como nos detalhes que compõe cada indivíduo. Sem precisar tomar uma nave espacial podemos viajar efetivamente pelas estrelas e conhecer os astros do céu ou, prescindindo de um microscópio, conhecer o interior de uma célula.

 

Esta poderosa bebida espiritual pode nos ensinar a desenvolver a intuição e ainda muitas outras capacidades potenciais que, por hora, permanecem latentes nas profundezas de nossa psique.

 

Portanto, sendo o Daime uma planta professora, é um aliado que nos serve de instrumento para ampliarmos a nossa consciência.

 

Porém é preciso ter em conta que para alcançarmos tais níveis de desenvolvimento da consciência deveremos antes desapegar-nos de todo tipo de crenças, preconceitos e idéias equivocadas sobre tudo e especialmente sobre nós mesmos. Devemos entrar no espaço sagrado das medicinas estando abertos para o desconhecido, o novo, o inimaginado.

 

Devemos esforçar-nos em vencer os medos que nos mantêm aprisionados na mente fragmentada, a mente dos múltiplos “eus” e das contradições.

 

Façamos uma sincera entrega antes de consagrarmos tal medicina. Roguemos às Esferas Superiores de Consciência para que nos amparem durante a nossa viagem de cura. Firmemos um claro propósito de transformação para que não desperdicemos esta maravilhosa oportunidade que nos dá a vida.

 

Aqueles que permaneçamos atados as ilusões do mundo durante a toma da medicina corremos o risco de cair em estados tormentosos da mente. Porém é absolutamente desnecessário essa classe de sofrimento bastando para isso que sejamos humildes de coração, entregando-nos aos ensinamentos da Mãe Ayahuasca abertos para receber a cura. Para isso ocorrer faz-se necessário que sejamos capazes de reconhecer-nos enfermos, necessitados de ajuda espiritual, para sanar nossa emoções e afetos desordenados, para liberar-nos das obsessões psíquicas e espirituais que nos acossam. Então, se formos merecedores, nos chegarão energias, poderes e conhecimentos que serão de imensa ajuda na nossa caminhada pela vida para abrir os nossos caminhos da realização e ajudar a aflorar os nossos dons e talentos até então soterrados pelos desequilíbrios da mente enferma.

 

Pode ocorrer que eventualmente algumas pessoas não alcancem a distinguir o trabalho que a medicina está efetuando na sua vida devido a que nesse caso a medicina estará trabalhando a níveis mais profundos permanecendo seus efeitos longe da percepção consciente. Uma vez concluída essa etapa prévia de alicerçamento da nova consciência então será fácil comprovar os resultados do trabalho efetuado pela medicina.

 

Quem toma Daime toma para se conhecer e assim deve apresentar-se com sua taça vazia: sem vaidades, títulos, falça personalidade, convicções rígidas, preconceitos e mentiras. Entremos na força da medicina vazios como uma criança recém chegada nesta vida.

Orestes - El Que Une La Verdad



« voltar